segunda-feira, 2 de julho de 2012

DEUS DE ENCORAJAMENTO

Todos podemos nos sentir abatidos, feridos ou rejeitados. Na maior parte das vezes conseguimos juntar os pedaços e voltar ao caminho. Em alguns momentos, no entanto, conflitos bem difíceis e graves se sucedem, causando muita destruição.
O problema do desânimo é que ele acontece um pouco de cada vez, de modo sutil. A boa notícia é que Deus é um Deus de encorajamento, e Ele quer que o busquemos ao primeiro sinal de desânimo, a fim de encontrarmos Nele força e ânimo.
Melhor ainda, Ele quer que nos confiemos tanto em Seu amor incessante por nós a ponto de não nos deixarmos enganar pelas mentiras desanimadoras do inimigo. No entanto, o mais forte de nós pode cair, vítima do desânimo. Se isso ocorrer com você, volte-se imediatamente para Deus. Busque-o em oração e Ele o encorajará. Passe tempo lendo a Palavra. Sempre que adorar e louvar ao Senhor, você sentirá Sua presença estimuladora. Você se sentirá encorajado ao refletir sobre a bondade de Deus, Seu amor e Seu poder de renovar todas as coisas.
Ele é o Deus que cura, provê, protege, liberta e salva. Ele é todo Poderoso e, portanto, maior que qualquer problema que você tenha de enfrentar, pois com Ele tudo é possível. Diante de circunstâncias sombrias, busque mais a Deus. Em vez de preocupar-se, deposite sua esperança no Senhor (Sl 130:7). “Ponha a sua esperança no Senhor, ó Israel, pois no Senhor há amor leal e plena redenção”. Diga: “Senhor, vou louvar-te sem me importar com o que está acontecendo”.
Domine suas emoções e diga a si mesmo: “Bendiga o Senhor a minha alma! Não esqueça nenhuma de suas bênçãos!” (Sl 103: 1-2). Cada vez que você se volta para Deus em oração, em louvor e adoração, abre os canais que lhe fazem fluir paz para a alma. O desânimo não pode sobreviver nessa atmosfera.
(Stormie Omartian, em “O PODER DE ORAR”)

Nenhum comentário:

Postar um comentário