quarta-feira, 31 de outubro de 2012

DEUS PESSOAL, PODEROSO E MISERICORDIOSO

Que gloriosa segurança! Esse seu caminho — talvez torcido, misterioso, emaranhado — caminho de provação e lágrimas — Ele o conhece. A fornalha aquecida sete vezes — Ele sabe! Há um Guia todo-poderoso conhecendo e dirigindo os nossos passos, seja nas águas amargas, seja no gozo e refrigério.
Aquele caminho, escuro para os egípcios, tem seu pilar de nuvem e fogo para Israel. A fornalha é quente, mas podemos estar seguros de que o fogo está aceso não para consumir, mas para refinar; certos de que, terminado o processo de refinamento (não mais cedo, nem mais tarde), Ele tira para fora o Seu povo, como ouro.
Quando os Seus pensam que Ele não está tão perto, muitas vezes Ele está ainda mais perto. Será que nós conhecemos a visita, em nosso quarto, já com os primeiros raios da manhã, Daquele que é mais fulgente que o esplendor do sol? E conhecemos um olhar cheio de compaixão, que nos acompanha por todo o dia e sabe o nosso caminho?
O mundo, com seu vocabulário frio, na hora da adversidade fala da”Providência” — “a vontade da Providência” — “os golpes da Providência”. Providência! O que é isso? Por que destronar da Sua soberania na terra um Deus que vive e governa? Por que substituir um Jeová pessoal, operante, poderoso, por uma abstração inanimada e fúnebre?
Se encarássemos as grandes provações como Jó o fazia, isso tornaria o sofrimento suportável: nas horas de dor mais profunda, quando toda a esperança terrena se desvanecia a seus pés, ele viu a mão divina, e não outra. Ele viu aquela mão, atrás das espadas dos sabeus; ele a viu, atrás do fogo; ele a viu, atrás do temporal; ele a viu, no terrível silêncio de sua casa saqueada. “O Senhor o deu, e o Senhor o tomou; bendito seja o nome do Senhor!”
Assim, vendo a Deus em tudo, sua fé alcançou o clímax quando este príncipe do deserto, uma vez poderoso, sentou-se sobre a cinza e disse: “Ainda que ele me mate, nele esperarei” Amém!
(Hannah Whitall Smith, em “O DEUS DE TODA CONSOLAÇÃO”)

segunda-feira, 29 de outubro de 2012


REVIVIFICADO
Andando eu no meio da angústia, tu me revivificarás” Sl 138:7
A idéia no hebraico é: “Quando eu estou andando no centro, mesmo, da tribulação…” Como essas palavras descrevem bem a situação!  Nosso coração clamou a Deus no meio da angústia; clamamos por suas promessas de libertação o e auxílio, mas nenhuma libertação e nenhuma ajuda veio; continuamos oprimidos até nos encontrarmos no meio da peleja, no centro da tribulação e da angústia.
Por que incomodar mais o Mestre? Quando Marta disse: “Senhor, se estivesses aqui, meu irmão não teria morrido”, o Senhor respondeu à sua falta de esperança com mais uma promessa: “Teu irmão há de ressuscitar.” Quando andamos “no centro da tribulação” e somos tentados a pensar como Marta que o tempo do livramento já passou, Ele vem ao nosso encontro com uma promessa da Sua Palavra. “Andando eu no meio da angústia, tu me revivificarás”.
Embora Sua resposta esteja demorando tanto, embora possamos ainda continuar “andando” no meio da angústia, o centro da angústia é o lugar onde Ele nos vivifica, não o lugar em que Ele falha para conosco. Quando estamos num lugar sem esperança, esse momento cheio de desesperança é a ocasião em que Ele estende a mão contra a ira dos nossos inimigos, contra a impossibilidade da situação, e aperfeiçoa o que nos concerne; é a ocasião em que Ele fará transbordar o milagre. Então, por que desanimar?
(Aphra White, em “DEUS É CAPAZ”)

domingo, 28 de outubro de 2012

TESTES DE PACIÊNCIA

“Então DEUS se lembrou de Noé e de todos os animais que estavam com ele na barca.” Gn 8:1
O dilúvio acabou. A palavra de DEUS se cumpriu – “morreu tudo que havia” com excesão de Nóe, este homem que andava com DEUS e que fizera tudo segundo o SENHOR lhe ordenara. DEUS “se lembrou” de Noé e dos que estavam com ele na arca e ordenou aos poderes da natureza que cessassem. Mas, entre a hora em que a arca repousou na montanha do Ararate, até a hora em que Noé põe o pé em terra, ainda demorou um bom tempo.
Noé passa por mais um teste de paciência, de espera, até que venha a ordem de DEUS para deixar a arca.Sem poder ver o que acontece ao seu redor, chegou a hora de se informar a respeito da situação lá fora. Depois de três tentativas, ele se certifica que a terra está novamente habitável.
Interessante notar que Noé, em todo o acontecimento do dilúvio, permanece sem falar. A pessoa que DEUS  guarda também sabe aguardar o tempo de DEUS em confiança e paciência. O relato bíblico mostra a disciplina de Noé em esperar pacientemente o tempo de DEUS.
Não se esqueça, porém, que Noé viveu todo este drama sem saber qual seria o final. Tinha apenas a palavra do SENHOR. Nossa situação pode ser semelhante, por vezes não compreendemos o caminho do SENHOR, porém, em obediência e na confiança na palavra DELE, podemos prosseguir sabendo que mais tarde, olhando para a história da nossa vida, compreenderemos a razão de DEUS nos ter conduzido desta forma. Este é um desafio de fé.
(Devocional Orando em Família.)

sábado, 27 de outubro de 2012


sexta-feira, 26 de outubro de 2012

Após uma noite de fracassos, Pedro foi um exemplo de rendição quando Jesus lhe mandou tentar novamente: “Mestre, esforçamo-nos a noite inteira e não pegamos nada. Mas, porque é Tu quem está dizendo isto, vou lançar as redes.” Lc 5:5. Pessoas que se entregam a Cristo obedecem à Palavra de Deus mesmo que ela não faça sentido.
Outro aspecto da rendição total é a confiança. Abraão seguiu as orientações de Deus sem saber aonde isso o levaria . Ana esperou o momento perfeito estipulado por Deus sem saber quando aconteceria. Muitos esperaram um milagre sem saber como isso seria possível. José confiou nos propósitos de Deus sem saber porque as circunstâncias se desenvolviam daquela forma. Cada uma dessas pessoas se rendeu completamente a Deus.
Você sabe que se rendeu a Deus quando  depende Dele para resolver as coisas, em vez de insistir em manipular outras pessoas, forçar sua programação diária e controlar a situação. Você larga mão e deixa Deus trabalhar. A bíblia diz; “Entregue-se ao Senhor e espere pacientemente por Ele” Sl 37:7. Em vez de tentar com mais afinco, confie mais.
(Rick Warren, em “UMA VIDA COM PROPÓSITOS”)

quinta-feira, 25 de outubro de 2012

LEVA TEMPO!
“E Ele o fará.” Sl 37:5
Primeiro eu pensava que, depois de orar, eu devia fazer tudo o que estivesse ao meu alcance para a concretização da resposta. O Senhor me ensinou um caminho melhor, e mostrou-me que meu esforço próprio sempre atrapalhava a Sua operação. Ele queria que eu esperasse em espírito de louvor e só fizesse o que Ele me mandasse.
Parece uma coisa tão insegura, simplesmente ficar quieto e não fazer nada, senão confiar no Senhor. Às vezes, é tremenda a tentação de tomarmos a batalha em nossas próprias mãos. Todos sabemos como é difícil salvar de afogamento uma pessoa que procura ajudar quem a socorre. Assim também, nós impossibilitamos o Senhor de combater os nossos combates, quando insistimos em procurar combatê-los nós mesmos.
Deus precisa de tempo para responder a orações. Muitas vezes falhamos em entender isso. Leva tempo para Deus colorir uma rosa. Leva tempo para Ele formar um carvalho. Leva tempo para Deus tornar em pão um trigal. Ele toma a terra. Ele a amolece. Ele a enriquece. Ele a umedece com chuvas e orvalho. Ele a aquece com vida. Ele dá a lâmina, a haste, o grão dourado, e então, por fim, o pão para o faminto. Tudo isto leva tempo. Por isso nós semeamos, cultivamos, e esperamos, e confiamos, até que seja cumprido o propósito de Deus. Estamos dando uma oportunidade a Ele. A mesma lição se aplica à nossa vida de oração.
(Lettie B. Cowman, em “MANANCIAIS NO DESERTO”)

quarta-feira, 24 de outubro de 2012


SIMPLESMENTE ORE
“Está alguém entre vós aflito? Ore. Está alguém contente? Cante louvores”Tiago 5.13.
Quer saber como aprofundar a sua vida de oração? Ore.
Não faça preparativos para orar. Simplesmente ore.
Não leia sobre oração. Apenas ore.
Não assista a uma conferência sobre oração, nem entre numa discussão sobre oração. Tão-somente ore.
Postura, tom e lugar são assuntos pessoais. Escolha a forma que funciona para você. Mas não pense muito a respeito Não fique tão preocupado em embrulhar o presente a ponto de nunca o dar. É melhor orar desajeitadamente que nunca fazê-lo.
E se você acha que só deve orar quando inspirado, tudo bem. Apenas cuide para que esteja inspirado todos os dias.
Ore!
(Max Lucado, em “QUANDO DEUS SUSSURRA SEU NOME”)

terça-feira, 23 de outubro de 2012

IMPLICAÇÕES EXTENSAS

“E não sede conformados com este mundo, mas sede transformados pela renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa, agradável, e perfeita vontade de Deus.”
Romanos 12:2

A vontade de Deus é perfeita porque é fundada sobre Seu perfeito e mais Santo caráter. As implicações dessa verdade são extensas. Seus propósitos e planos para nós são dignos de absoluta confiança. Nós nunca devemos nos apoiar em nosso próprio entendimento ou buscar fazer aquilo que é apenas correto aos nossos próprios olhos. Porém, nós devemos confiar em Deus e obedecer Sua Palavra, as Sagradas Escrituras, que é o meio primário através da qual Sua vontade é revelada: “A lei do SENHOR é perfeita, e refrigera a alma; o testemunho do SENHOR é fiel, e dá sabedoria aos símplices. Os preceitos do SENHOR são retos e alegram o coração; o mandamento do SENHOR é puro, e ilumina os olhos.” Sl 19:7-8
O Deus de toda criação está trabalhando na vida de cada Cristão. Seu trabalho é perfeito e será consumado sem falha. Essa verdade vai além do que a mente humana pode compreender – o Deus perfeito está fazendo uma obra perfeita em nós para nos fazer perfeitos. Nem tudo que nos ocorre é vontade de Deus, mas, se nos ocorre foi permitido por Ele e, de uma coisa podemos ter certeza absoluta: Ele utilizará cada evento em nossas vidas de uma forma que, ao final, contribuirá para o nosso bem.
(Paul Washer, em “O ÚNICO DEUS VERDADEIRO”)

domingo, 21 de outubro de 2012

DOR RECOMPENSADA

Alguém contou as promessas da Bíblia e obteve total de 7474. Não posso verificar esse número, mas sei que nas páginas do Livro Sagrado há milhares de promessas que seguram o leitor e dizem: “Creia em MIM! Aceite-ME! Agarre-se em MIM! Não negocie meus princípios!”. De todas as promessas da Bíblia, as mais significativas são as que oferecem esperança no final da aflição. DEUS nos diz através delas: “Vale a pena, ande comigo. Confie em mim. Espere comigo. Vou recompensá-lo por esta espera, pela sua dignidade, pela sua paciência.”
José aprendeu que um coração quebrantado e ferido não é o fim, mas o começo. MACHUCADO E ANIQUILADO PELOS GOLPES da decepção e dos sonhos não realizados, ele descobriu que DEUS jamais saíra do seu lado. Ele  descobriu uma verdade inabalável que muito tempo depois o apóstolo Paulo deixaria registrado na carta aos romanos: “Tudo colabora para o bem daqueles que amam a DEUS” Rm 8:28 . Quando a aflição terminou, ele havia sido aprimorado, recompensado e abençoado.
Vale a pena confiar em DEUS, só NELE.
(Charles Swindoll no livro  “JOSÉ” – Série Heróis da Fé)

sexta-feira, 19 de outubro de 2012

COLHEITA DEMORADA

“Dele vem a minha esperança” Sl 62:5.
A negligência que geralmente demonstramos para com a resposta às bênçãos que pedimos, mostra como há pouca realidade em nossas orações. O agricultor não se satisfaz sem a colheita; o atirador observa se a bala atinge o alvo; o médico aguarda o efeito do remédio que aplicou; por que não se importará o crente com o efeito da sua oração?
Toda oração, feita com fé, segundo a vontade de Deus, segundo as Suas promessas, ofeerecida no nome de Jesus e sob a influência do Espírito Santo, quer seja por bênçãos temporais ou espirituais, é ou será plenamente respondida. Deus sempre atende às orações de Seu povo, fazendo aquilo que mais contribuirá para a Sua glória e para o bem-estar espiritual e eterno dos Seus.
Assim como sabemos que Jesus Cristo nunca rejeitou ao pecador que se achegou a Ele buscando misericórdia, também cremos que nenhuma oração feita em Seu nome será vã. A resposta à oração é certa, embora talvez não estejamos discernindo a sua chegada. A semente que jaz sob o solo no inverno está lançando raiz, com vistas a florescer e frutificar, embora ainda não apareça na superfície do solo e pareça morta e perdida.
As respostas demoradas não apenas provam a fé, como nos dão oportunidade de honrar a Deus por nossa firme confiança Nele, mesmo diante das aparentes recusas.
(C. H. Spurgeon, em ““PREPARADO PARA O COMBATE DA FÉ”)

quinta-feira, 18 de outubro de 2012


O ÚTERO DE DEUS
Seja falando, tocando, impondo as mãos, seja por declaração ou adoração, quando o poder de DEUS começa a fluir sobre a Terra, ele flui através de nós, o Corpo de Cristo. Somos o útero de DEUS, de onde SUA vontade é gerada ou liberada sobre a Terra.
Em João 7:38, JESUS disse: “Quem crer em mim, como diz a Escritura, do seu interior fluirão rios de água viva”.
A água é o ESPÍRITO DE DEUS fluindo do nosso interior. ELE não impõe as mãos sobre os doentes, nós impomos as mãos sobre os enfermos. ELE não fala um comando sobre certa situação, nós declaramos a vontade e a verdade DELE sobre as circunstâncias. ELE, dentro de nós libera um rio que flui sobre pessoas, corpos, situações. ELE não troveja desde os céus, ELE modifica realidades através de nós. O poder de DEUS, a energia literal de DEUS “vaza” de nossa boca e penetra o mundo.
Quando você fala a Palavra de DEUS em determinada situação, sob a direção do ESPÍRITO SANTO, é como se o próprio CORDEIRO DE DEUS falasse a Palavra. Ela libera a vida do DEUS criativo, “AQUELE que traz a existência as coisas que não existem como se já existissem”. Nós somos o útero de DEUS, de onde o rio de poder deve fluir.
Libere o rio. Libere (declare) sobre sua circunstância adversa a Palavra que transforma a impossibilidade em possibilidade REAL E CONCRETA.
(Dutch Sheets, em “ORAÇÃO INTERCESSÓRIA”)

quarta-feira, 17 de outubro de 2012

A CHAMA DA ORAÇÃO

Não permita que o desânimo decorrente de alguma oração não respondida faça com que você duvide que Deus o ouviu. Se você recebeu a Jesus e está orando em Seu nome, então Deus o ouve e as coisas acontecem, não importa se elas se manifestarão em sua vida hoje ou não. Não importa como se manifestarão, pois os propósitos de Deus são melhores que os nossos. Entenda uma coisa: cada vez que você ora está levando os propósitos de Deus adiante. Sem oração, o pleno propósito que Deus tem para você não acontece.
Outra dica importante: não se sinta inibido por achar que não sabe orar. Se você sabe conversar, então você sabe orar. E não se sinta obrigado a orar em “igrejanês” ou “cristianês”. A única qualificação que a Bíblia exige ao orarmos é: “Sem fé é impossível agradar a Deus, porquanto é necessário que aquele que se aproxima de Deus creia que Ele existe e que se torna galardoador dos que O buscam” (Hebreus 11:6). Precisamos simplesmente crer que Ele é um Deus bom.
Quanto mais você orar, mais terá coisas pelas quais orar, e mais e sentirá chamado a orar por outras pessoas: membros da família, amigos, inimigos e todos aqueles que têm autoridade sobre sua vida. Você orará por essas pessoas não só porque isso influenciará sua saúde emocional e terá influência direta na paz que você vai sentir, mas porque Jesus pede que você o faça. Você verá que é mais fácil orar pelos outros do que por você mesmo! Experimente!
(Stormie Omartian, em “O PODER DE ORAR”)

terça-feira, 16 de outubro de 2012

A LÂMPADA DE DEUS

“A alma do homem é a lâmpada do SENHOR, a qual esquadrinha todo o mais íntimo do ventre”. Pv 20.27
Na época em que foi escrito o texto bíblico, a  lâmpada  era uma candeia, uma lanterna, mas atualmente imaginaríamos uma  lâmpada elétrica. Diríamos, então: “O espírito do homem é a lâmpada elétrica do Senhor”.
Esse texto bíblico garante que Deus nos iluminará; Ele nos guiará por meio do nosso espírito humano. Porém, alguns de nós procuram orientação de todas as formas, que não aquela dita por Deus! Uns julgam pelos seus sentidos físicos que Deus os está guiando, mas em lugar algum a Bíblia menciona que Deus nos guiará por meio do nosso corpo físico! Outros consideram as coisas do ponto de vista mental; mas Deus não declara em parte alguma da Bíblia que Ele nos guiará através da nossa mentalidade, do nosso intelecto, ou da nossa mente!
Deus disse que o espírito do homem é a lâmpada do Senhor. Logo, Deus irá orientar-nos por meio do nosso espírito. Deus guiará você pelo seu espírito. “Porque todos os que são guiados pelo Espírito de Deus, esses são filhos de Deu” Rm 8.14. Os filhos de Deus podem confiar, pois serão orientados pelo Espírito de Deus.
Os cristãos podem contar com a orientação do Espírito Santo. Jesus, referindo-Se à vinda do Espírito Santo, predisse: “Ele vos guiará”. Não precisamos, portanto, depender dos homens para recebermos orientação; tal idéia é antibíblica. Todos os filhos de Deus têm o Espírito  de Deus dentro deles e podem confiar na Sua orientação.
(Kenneth Hagin, em “BEM-AVENTURADO”)

segunda-feira, 15 de outubro de 2012

AGUACEIRO

“Estando as nuvens cheias, derramam aguaceiro sobre a terra” Ec 11.3.
Então, por que tememos as nuvens que agora escurecem o nosso céu? É verdade que por algum tempo elas encobrem o sol, mas este não é apagado por elas; breve aparecerá novamente. Enquanto isso, aquelas nuvens negras estão cheias de água; e quanto mais escuras estiverem, mais abundantes as chuvas que derramarão.
Como podemos ter chuva sem nuvens? Nossas tribulações sempre nos têm trazido bênçãos, e sempre trarão. Elas são carros escuros que transportam brilhante graça. Essas nuvens logo derramarão suas águas, e toda erva tenra se alegrará com elas.
Nosso Deus poderá permitor dores, mas nos renovará com misericórdia. As cartas de amor de Deus muitas vezes nos vêm em envelopes tarjados de preto. Seus carros rangem, mas estão carregados de favores. A Sua ação floresce com flores suaves e frutos nutritivos. Não fiquemos preocupados por causa das nuvens, mas cantemos, pois as flores de outubro nos são trazidas pelas nuvens e chuvas de setembro.
Ó Senhor, as nuvens são a poeira dos Teus pés! Como Tu estás perto de nós no dia nublado e escuro! O amor Te contempla e se alegra. A fé vê as chuvas se derramarem, enchendo de alegria as colinas.
(C.H. Spugeon, em “PREPARADO PARA O COMBATE DA FÉ”)

domingo, 14 de outubro de 2012

MEDIDAS DE FÉ

“Tocou, então, os olhos deles, dizendo: Seja-vos feito segundo a vossa fé.” Mt 9.29
Se você ingerir um número de calorias maior do que o necessário para o dispêndio das energias que você gasta, diariamente, e não fizer exercícios físicos, tornar-se-á obeso. Algo semelhantemente ocorre com a sua fé; se você não a exercitar, tornar-se-á um obeso em termos espirituais.
De hoje em diante, exercite a sua fé. Alguns cristãos ultrapassam outros no que tange ao desenvolvimento da fé. À medida que você alimentar e exercitar a sua fé, ela crescerá. Lembre-se de que ninguém chega ao andar mais alto de uma escada sem, antes, passar pelo primeiro. Algumas pessoas sentiram-se derrotadas, porque procuraram crer além do seu nível de fé. Ouviram ensinos sobre o assunto e procuraram começar pelo degrau mais alto da escada, posto que sua fé ainda não alcançara tal estágio. Não tendo obtido êxito, frustraram-se e disseram: “Aquela mensagem de fé não funciona. Experimentei-a, mas não deu certo”.
A fé terá efeito em sua vida à medida que você exercê-la. Depois de algum tempo, ela será suficiente para fazê-lo receber dádivas além daquelas que você pediu ou pensou. Se você crer, e a sua petição estiver baseada na Palavra de Deus, Deus lhe responderá. Seja qual for o ponto de fé que você atingiu, mantenha firme a sua atitude. Fique em sintonia com o Pai. Continue confiando em Deus e exercendo a sua fé.
(Kenneth Hagin, em “BEM-AVENTURADO”)

sexta-feira, 12 de outubro de 2012


AS CORTINAS SE ABRIRÃO

Cada oração que você faz, mesmo que seja sobre o mesmo assunto, assume uma nova vida. Cada dia você tem uma nova oportunidade de influenciar seu futuro com as palavras que dirige à DEUS. Mesmo que não veja resultados tão rapidamente quanto gostaria, muita coisa está acontecendo no mundo espiritual, onde você não pode ver. Toda oração coloca algo em movimento.
Se você continuar a caminhar com DEUS e a dar os passos corretos, chegará aonde precisa ir. Pode parecer uma eternidade, mas não desanime. DEUS é conhecido por trabalhar rápido depois de uma longa preparação. Deixe que ELE o sustente no ínterim. Diga a si próprio – “Descansa no SENHOR e espera NELE” Sl 37.
Paciência não é o mesmo que resignação. É a alegre antecipação da glória que está adiante. Os atores empregam aqueles momentos que antecedem a abertura das cortinas para se concentrarem e se prepararem para o que vem pela frente. Enquanto você espera pelo inicio do próximo ato em sua vida, concentre-se no SENHOR, declare a ELE que está contente em esperar pelo SEU tempo perfeito e peça que ELE te guarde de tropeçar em algum ponto mal iluminado.
(Stormie Omartian, em “O PODER DA ORAÇÃO EM TEMPOS DIFÍCEIS”)

quinta-feira, 11 de outubro de 2012


PURO COMO OURO
Jó se esforça e admite enfim sua frustração: não consegue encontrar Deus. Isso já aconteceu com você? Claro que sim! Aconteceu com todos nós! Há dias em que buscamos em vão por alguma evidência visível do Deus vivo. Estou pensando: seria ótimo acordar no meio de um céu enluarado esta noite, espiar pela janela do quarto e ver letras escritas no céu: “Caro Chuck, ouço você. Estou aqui. Estou no controle. Com amor, Deus”.
Eu gostaria muito que isso acontecesse! Gostaria de entrar em minha picape depois de um dia difícil na igreja, ligar o rádio e Deus me interrompesse, dizendo: “Antes de ouvir essa estação, Chuck, quero conversar um pouco com você”. Vamos falar sério, todos gostaríamos de ouvir uma voz audível ou ler uma mensagem visível de Deus. Não é assim, porém, que funciona. É claro que Deus fala conosco, mas Seu falar exige de nós fé para escutá-Lo. Se Ele agisse como eu exemplifiquei acima, não precisaríamos de fé. Nosso andar com ele é um andar de fé, e não pelo que vemos ou ouvimos.
Jó é importante e piedoso. É um santo amadurecido, não há dúvidas a respeito. Não obstante, ele quer testemunhar a presença de Deus: “Como eu gostaria de saber onde ele está. Mas não posso vê-lo, contemplá-lo ou percebê-lo”.Embora incapaz de localizar a presença de Deus, Jó declara a sua confiança nele: “Digam o que quiserem contra mim. Deus conhece o meu caminho. Ele sabe a verdade. Ele é o meu justificador. Ele e eu conversamos. Confio e creio nele. Além do mais, depois de terminada a provação e de ele ter cumprido seu propósito em mim, “aparecerei como o ouro”.
Você também pode contar com isso. Quando a provação passar, você será mais profundo e mais rico. O ouro substituirá a mistura. Quero que permita que essas palavras queimem como ferro em seu cérebro, tão profundamente que se tornem como um filtro divino para tudo o que aconteça em sua vida. Deus sabe o caminho percorrido por você, e a sua Palavra será “uma lâmpada que ilumina os seus passos” (Salmos 119.105)
(Charles Swindoll, em “DIA A DIA COM OS HERÓIS DA FÉ”)

quarta-feira, 10 de outubro de 2012


A PALAVRA DA FÉ

“Mas que diz? A palavra está junto de ti, na tua boca e no teu coração; esta é a palavra da fé, que pregamos” Rm 10.8
A Palavra de Deus é chamada de a Palavra da fé. A fé se baseia nos fatos – nos fatos da Palavra de Deus. A incredulidade se baseia em teorias. Minha definição de uma teoria  é a seguinte: “E uma suposição baseada na ignorância do assunto em pauta”.
A melhor maneira de realmente ajudar as pessoas é dizer-lhes aquilo que está na Bíblia, e não aquilo que algum homem diz. O homem erra, Deus não.
Não importam quais sejam as circunstâncias. Independentemente daquilo que tem acontecido na sua vida, a Palavra de Deus tem algo a dizer-lhe. Descubra o que as Escrituras nos ensinam. A fé virá! Ela mudará as coisas para você.
Diga: “A Palavra de Deus, a Palavra da fé está perto de mim. Eu A oculto em meu coração. Meus lábios A pronunciam. Ela produz fé, e a fé transforma as coisas”.
(Kenneth Hagin, em “A ARTE DA INTERCESSÃO”)

segunda-feira, 8 de outubro de 2012

QUIETUDE
“Portanto não saireis apressadamente” Is 52:12
Creio que ainda não começamos a compreender o poder maravilhoso que há em estarmos quietos. Estamos sempre tão apressados — precisamos estar fazendo alguma coisa — tão apressados que corremos o perigo de não dar a Deus uma oportunidade de agir.
Podemos estar certos de que, se Deus nos diz: “Aquietai-vos”, ou:”Estai quietos”, é porque Ele vai fazer alguma coisa. Aliás, Ele já começou a fazer algo. O fato de não vermos não significa que Ele está inoperante, Deus sempre age a nosso favor.
Esta é a nossa dificuldade com respeito à vida cristã; nós queremos fazer alguma coisa — quando precisamos é deixar queEle opere em nós, e através de nós.
Deus tem um propósito eterno a nosso respeito – que sejamos semelhantes a Seu Filho. Para que isto se concretize, precisamos estar quietos em Suas mãos, esperando Sua orientação, esperando Seu agir. Ouvimos tanto falar em atividades, que desaprendemos o valor e a importância da sábia quietude.
(Lettie B. Cowman, em “MANANCIAIS NO DESERTO”)

domingo, 7 de outubro de 2012

OS OLHOS DA FÉ

Estou aprendendo que a fé amadurecida, que inclui a fé simples e a fidelidade, operam de forma oposta à paranóia. Ela reúne todos os fatos da vida em torno da confiança em um DEUS amoroso. Quando as coias boas acontecem, eu as aceito como presente de DEUS, dignas de ação de graças. Quando acontecem coisas ruins, não encontro nelas nenhum motivo para que me façam abandonar a DEUS. Pelo contrário, acredito que DEUS pode usar até mesmo as coisas ruins em meu benefício.
A pessoa que tem fé enxerga a vida sob a perspectiva da confiança, e não do medo, nem da ansiedade. A fé inabalável permite crer que, apesar de qualquer adversidade, DEUS reina; que, apesar de eu me sentir indigno, realmente sou importante para um DEUS de amor; que nenhum sofrimento dura para sempre e nenhum mal triunfa no fim. A fé enxerga até o lado mais negro da história, a morte do filho de DEUS, como prelúdio necessário da glória.
(Philip Yancey, em “O DEUS INIVISÍVEL”)

sábado, 6 de outubro de 2012


GRATIDÃO
A gratidão é um estilo de vida. Muito antes de responder, DEUS requer uma atitude de gratidão. “Perseverai na oração, vigiando com ações de graça” Cl 4:2.
Nosso objetivo último é o de ser inundado, saturado e completamente controlado por uma atitude de gratidão. Não alguma euforia emocional, ou uma fuga da realidade, mas, realmente viver num estado de gratidão – antes, durante e após recebermos respostas às nossas orações.
Paulo explica em 1 tessalonicenses 5:18 que isso não é uma opção, mas é a vontade de DEUS. Estando em qualquer situação, e enquanto estamos orando a respeito dela, devemos ser gratos. O agradecimento não deveria ter de ser legislado através da Palavra, mas deveria ser a reação espontânea de todo o nosso ser.
A verdadeira prova de que possuímos um relacionamento correto com DEUS é ser capaz de dizer “Obrigado” antes mesmo de receber DELE qualquer coisa. É possível dizer “Obrigado por tudo” tendo um estilo de vida de gratidão e fazendo pedidos que incluem um agradecimento sincero antecipadamente.
A gratidão durante o pedido requer um relacionamento de confiança em DEUS, certeza plena de que SUA resposta será a mais certa, a melhor e chegará na hora devida.
(Evelyn Christenson em “O QUE ACONTECE QUANDO DEUS RESPONDE ÀS ORAÇÕES”)

quinta-feira, 4 de outubro de 2012

DEUS HABILIDOSO

“Ainda que a figueira não floresça, nem haja fruto nas vides; ainda que falhe o produto da oliveira, e os campos não produzam mantimento; ainda que o rebanho seja exterminado da malhada e nos currais não haja gado; todavia eu me alegrarei no Senhor, exultarei no Deus da minha salvação. O Senhor Deus é minha força, ele fará os meus pés como os da corça, e me fará andar sobre os meus lugares altos.” Hc 3:17-19
O fracasso na colheita e a morte dos animais devastariam Judá, mas, Habacuque afirmou que mesmo nos tempos de perda e fome, ele ainda se regozijaria no SENHOR. Os sentimentos do profeta não eram controlados pelos eventos ao seu redor, mas, pela fé na habilidade que DEUS tem de nos fortalecer e fazer maravilhas sobre as ruínas.
Quando nada mais fizer sentido e as dificuldades parecerem maiores do que você pode suportar, lembre-se que O SENHOR é aquele  que nos dá forças para prosseguir. O Senhor é aquele que tanto pode reabrir um caminho bloqueado, como fazer surgir um novo caminho. Tire seu olhar das dificuldades e olhe para DEUS. É ELE quem merece sua adoração, não seus problemas.
DEUS dará forças e confiança aos seus seguidores em tempos difíceis. Serão capazes de correr firmemente, como os cervos em terraços acidentados e perigosos. DEUS é quem dissolve as dificuldades e cria soluções fantásticas e surpreendentes.
(BÍBLIA  DE ESTUDO – APLICAÇÃO PESSOAL)

quarta-feira, 3 de outubro de 2012

DE FÉ EM FÉ

Aprenda a viver de fé em fé.
De acordo com Romanos 1:17 – “visto que a justiça de Deus se revela no evangelho, de fé em fé, como está escrito: O justo viverá por fé”. Essa é a maneira como a justiça de DEUS é revelada.
O SENHOR precisou revelar-me que, em vez de viver de fé em fé, eu vivia freqüentemente de fé em dúvida e descrença. Então voltava à fé por um pouco e mais tarde retornava à dúvida e à descrença. Ia para trás e para frente, de uma à outra. Por isso estava tendo tantas dificuldades na minha vida. É impossível ter alegria e paz vivendo na descrença.
Lembre-se, de acordo com Tiago 1 :7-8, o homem de ânimo dobre é instável em todos os seus caminhos e jamais recebe o que ele quer do SENHOR. Decida que você não será de ânimo dobre; não viva na dúvida. Não se deixe dominar pela ansiedade, não seja escravo da pressa, dê a você o tempo que Deus tem planejado para realizar maravilhas em tua vida. Não desanime diante do tempo perfeito de Deus, viva pela fé, de fé em fé.
(Joyce Meyer, em “CAMPO DE BATALHA DA MENTE”)

terça-feira, 2 de outubro de 2012

“E Jesus disse-lhe: Se tu podes crer, tudo é possível ao que crê.” Marcos 9:23
Um pai desesperado vem a Jesus com um pedido urgente  de ajuda – SE há algo que pode ser feito… SE! SE? Tudo é possível se acreditamos em Jesus.
Isso significa que vai acontecer? Não necessariamente, mas sabemos que PODE acontecer se Deus decide fazer para Sua glória, para proteger seu povo ou realizar a Sua vontade.
Nosso compromisso deve ser o mesmo daqueles valentes jovens, Sedraque, Mesaque e Abed-Nego: “Servimos um Deus que é capaz de nos libertar… mas mesmo se Ele não fizer isso, não louvaremos outros deuses falsos!” (veja Daniel 3).
(Devocional Iluminalma)

segunda-feira, 1 de outubro de 2012

Jesus Culture - How He Loves Us (Legenda: Português)

CREIA NO AMOR DE DEUS

Quando reflito sobre toda a minha peregrinação espiritual, muitas vezes sinto saudade dos momentos em que DEUS parecia mais próximo. A fé não é algo em que nos firmamos, habilidade que aprendemos e temos controle. Ela é como um dom de DEUS, e é preciso orar para recebê-la todos os dias, assim como oramos pelo pão de cada dia.
A Bíblia contém  mandamentos que dizem – NÃO TEMA, a ordem mais repetida na Bíblia, para nos lembrar DIARIAMENTE que enfrentaremos dificuldades que podem naturalmente causar medo. “No amor não há medo”, escreve o apóstolo João, “ao contrário, o perfeito amor expulsa o medo”. Em outras palavras, a cura do medo não é uma mudança de circunstâncias, mas um profundo enraizamentono no amor de DEUS. 
Peço a DEUS que revele SEU amor diretamente a mim – oração a que, acredito, DEUS se deleita em atender. Quando fico deprimido, preocupado, transtornado, peço a DEUS que me lembre de minha verdadeira identidade: “alguém que é MUITO amado por ELE e que já foi perdoado”. “NÃO TEMAS!” É o que DEUS te diz, você já sabe o motivo porque não deve temer.
(Philip Yancey,  em “O DEUS (IN)VISÍVEL”)