quinta-feira, 11 de outubro de 2012

PURO COMO OURO
Jó se esforça e admite enfim sua frustração: não consegue encontrar Deus. Isso já aconteceu com você? Claro que sim! Aconteceu com todos nós! Há dias em que buscamos em vão por alguma evidência visível do Deus vivo. Estou pensando: seria ótimo acordar no meio de um céu enluarado esta noite, espiar pela janela do quarto e ver letras escritas no céu: “Caro Chuck, ouço você. Estou aqui. Estou no controle. Com amor, Deus”.
Eu gostaria muito que isso acontecesse! Gostaria de entrar em minha picape depois de um dia difícil na igreja, ligar o rádio e Deus me interrompesse, dizendo: “Antes de ouvir essa estação, Chuck, quero conversar um pouco com você”. Vamos falar sério, todos gostaríamos de ouvir uma voz audível ou ler uma mensagem visível de Deus. Não é assim, porém, que funciona. É claro que Deus fala conosco, mas Seu falar exige de nós fé para escutá-Lo. Se Ele agisse como eu exemplifiquei acima, não precisaríamos de fé. Nosso andar com ele é um andar de fé, e não pelo que vemos ou ouvimos.
Jó é importante e piedoso. É um santo amadurecido, não há dúvidas a respeito. Não obstante, ele quer testemunhar a presença de Deus: “Como eu gostaria de saber onde ele está. Mas não posso vê-lo, contemplá-lo ou percebê-lo”.Embora incapaz de localizar a presença de Deus, Jó declara a sua confiança nele: “Digam o que quiserem contra mim. Deus conhece o meu caminho. Ele sabe a verdade. Ele é o meu justificador. Ele e eu conversamos. Confio e creio nele. Além do mais, depois de terminada a provação e de ele ter cumprido seu propósito em mim, “aparecerei como o ouro”.
Você também pode contar com isso. Quando a provação passar, você será mais profundo e mais rico. O ouro substituirá a mistura. Quero que permita que essas palavras queimem como ferro em seu cérebro, tão profundamente que se tornem como um filtro divino para tudo o que aconteça em sua vida. Deus sabe o caminho percorrido por você, e a sua Palavra será “uma lâmpada que ilumina os seus passos” (Salmos 119.105)
(Charles Swindoll, em “DIA A DIA COM OS HERÓIS DA FÉ”)

Nenhum comentário:

Postar um comentário