quarta-feira, 9 de outubro de 2013

ALTAR ENCHARCADO

I Reis 18.22-40
O profeta Elias era como qualquer um de nós, mas era homem de oração e de grande fé. Ele sabia que o Senhor é O Deus que vela sobre a Sua Palavra para cumpri-la, e Deus de respostas para aqueles que O buscam em oração. Um Deus pronto a se mostrar Presente e Forte para com aqueles que Nele esperam, e que Nele colocam a sua confiança no dia mal.
Uma vez que daquela feita a sua oração seria pedindo fogo, Elias mandou que por três vezes jogassem água no altar: Pessoas que crêem não facilitam as coisas para Deus, pois Ele não precisa de uma “mãozinha”. Dificuldades são águas poderosas no altar.
Ás vezes é o próprio Senhor que, na Sua soberana vontade, joga água no nosso altar, permitindo que as coisas se compliquem em nossas vidas, como Ele permitiu nas vidas de José, Davi e Jó, dentre outros.
Às vezes o Senhor joga muita água no altar onde queremos ver fogo, mas é para que vejamos um milagre maior, que redundará em grande experiência com Ele.
Há um cântico que diz: “Não olho as circunstâncias, não, não, não…”. Temos que desprezar a dificuldade. Quando vemos alguma coisa encharcada achamos que ela nunca pegará fogo. Mas, nenhuma água apagará o fogo de Deus e nenhuma circunstância reterá a manifestação do Seu poder.
Portanto, “Farte-se de afronta”, diz a Palavra. Como Elias, mandemos fazer um rego para que ele se encha da água jogada em nossos altares.Então, oremos como Elias orou, sabendo que o fogo lamberá toda aquela água: “Responde Senhor, responde, para que se saiba que o Senhor é Deus, que a Tua Palavra é a verdade e que eu sou teu servo”.
O fogo da resposta vai descer sobre o altar encharcado, e vamos dizer estupefatos:
SÓ O SENHOR É DEUS.
(Pr. Sinval)

Nenhum comentário:

Postar um comentário