terça-feira, 6 de agosto de 2013

A EXPERIÊNCIA COM DEUS

A experiência com Deus é sempre inédita. E cada encontro com Deus será original, nunca previsível. As religiões, com seus ritos, procuram domesticar o sagrado, mas Deus não se permite engaiolar por qualquer liturgia. Não existe rede grande o suficiente que prenda o Todo-Poderoso, que é livre para agir como e quando quer. O Espírito é vento selvagem, veemente. O Deus que se deixa prender sistematizado não passa de um ídolo. Em diversas ocasiões Deus manifestou sua presença através de um imenso vazio. Em outras, “as abas de suas vestes encheram o templo”. Ele sempre frustrou magos e feiticeiros que prometeram controlar seus atos. Os verdadeiros profetas sabiam que Deus não se deixa manietar por qualquer amarra.
A experiência com Deus é sempre pessoal, intransferível. A maneira como cada um entende e percebe o Senhor é única. Por isso, ele é o Deus de Abraão, Isaque e Jacó. Ele é o Deus que se relaciona com cada pessoa com absoluto respeito à sua individualidade. O Senhor conhece as pessoas pelo nome e se manifesta com total consideração com a história de cada um.
Sendo assim, a experiência com Deus requer radicalidade. Para percebê-lo é preciso um vôo profundo e pleno, igual ao da mariposa que morreu. Conhecer a Deus tem a ver com um mergulho no mistério, mesmo que tal ato custe a própria existência. Os que só tangenciam a labareda por curiosidade nada aprenderão sobre o divino.
Na Índia, contam que um mestre meditava à beira do rio. Seu discípulo se aproximou pedindo ajuda. Ele reclamava não obter sucesso em seus exercícios espirituais – ansiava encontrar-se com Deus e se frustrava. O mestre tomou o jovem pela mão, levou-o até o rio e o forçou a ficar debaixo d’água, segurando-o pelo cabelo. Depois que deixou o rapaz perto de três minutos sem fôlego, puxou-o de volta, deixando que, desesperado, buscasse o ar. O mestre então arrematou: “se você buscar a Deus com a mesma intensidade como procurou o oxigênio que lhe dá vida, certamente, o achará”. “Vocês me acharão, diz o Senhor, quando me buscarem de todo o coração”.
Quando cada um, a seu modo, procura conhecer a Deus e se entrega, radicalmente nessa busca, o achará.
(Soli Deo Gloria - Pr Ricardo Gondim)

Nenhum comentário:

Postar um comentário