domingo, 4 de agosto de 2013

CRER OU SENTIR?

A presença de Deus não é assunto de sentimento. Deus não é perceptível pelos nossos sentidos nem pode ser captado pela nossa emoção. Mesmo que o céu esteja coberto por espessas nuvens negras, o sol continua brilhando em seu percurso. Mesmo que não haja qualquer evidência da presença de Deus, Ele continua presente em todo lugar. “Para onde me ausentarei do teu Espírito? Para onde fugirei da tua face? Se subo aos céus, lá estás; se faço a minha cama no mais profundo abismo, lá estás também; se tomo as asas da alvorada e me detenho nos confins dos mares, ainda lá me haverá de guiar a tua mão, e a tua destra me susterá.” Salmo 139:7-10.
Creio na presença de Deus em todo lugar nesse universo porque a sua palavra afirma que Ele está presente em qualquer lugar. Isto é fé, pois a fé se baseia apenas na suficiência da palavra de Deus. Ainda que eu não sinta a menor comprovação e não haja qualquer sinal de sua presença no universo, eu creio que Deus está bem presente porque sua palavra afirma. A fé está relacionada apenas com a Palavra de Deus. Se não houver sinal da Palavra de Deus não há o menor indicio de fé. Ninguém que crê baseado na Palavra de Deus precisa de qualquer sentimento para corroborar com a sua fé, pois a verdadeira confiança só carece da verdade de Deus para se sustentar.
Isso significa que sou contra o sentimento? Não. Absolutamente não. Mas o sentimento nunca será o fundamento da fé. Ninguém precisa de emoção para crer; se houver alguma emoção em sua crença, tudo bem. O sentimento não pode ser a locomotiva do trem, mas pode ser um vagão. A fé depende somente da Palavra de Deus para se manifestar e o sentimento pode ou não acompanhar a fé. Visto que a justiça de Deus se revela no evangelho, de fé em fé, como está escrito: O justo viverá por fé. Romanos 1:17.
A fé é a recusa de ingressar no pânico. É a certeza que veremos e teremos as coisas que precisamos e pedimos a Deus. Fé não é a “sensação” que seremos atendidos, é a certeza que Deus faz o impossível. Não é o sentimento do coração, mas a palavra da revelação que faz toda a diferença. “Crer ou sentir?” eis a questão! Creia mesmo que não sinta, eis a solução!
(Pr. Glenio Fonseca)

Nenhum comentário:

Postar um comentário