sexta-feira, 13 de dezembro de 2013

ALÉM DO NEVOEIRO“Prossigo para o alvo, a fim de ganhar o prêmio do chamado celestial de Deus em Cristo Jesus.” Filipenses 3.14
Em 1952, Florence chadwick tentou nadar nas frias águas do oceano entre a ilha catalina e a costa da Califórnia. ela nadou em meio a um nevoeiro e mar revolto por quinze horas. Seus músculos começaram a
lhar devido a câimbras e sua determinação se enfraqueceu. Ela implorou para ser tirada da água, mas sua mãe, que estava num bote ao lado dela, insistia para que ela não desistisse. Ela continuou tentando, mas ficou exausta e parou de nadar. Ajudantes a tiraram da água e a colocaram no bote. remaram por poucos minutos, o nevoeiro se dissipou e ela descobriu que a costa estava a pouco mais de oitocentos metros de distância. “Tudo o que eu podia ver era o nevoeiro”, explicou ela na coletiva de imprensa. “Creio que se tivesse visto a costa, poderia ter conseguido”.
Dê uma boa olhada na costa que espera por você. Não seja enganado pelo nevoeiro do fracasso. a linha de chegada pode estar a apenas algumas braçadas de distância. Fique firme! Acredite que existe muito mais na vida do que aquilo que pode ser visto com os olhos.
(Max Lucado, em “BOM DIA!”)

Nenhum comentário:

Postar um comentário