sexta-feira, 30 de março de 2012

VASOS QUEBRADOS


“Temos, porém, esse tesouro em vasos de barro, para que a excelência do poder seja de Deus e não de nós” 2 Coríntios 4.7
Certo dia estava fazeendo uma limpeza geral com uma amiga. Quando abriu à cristaleira, ela deixou cair acidentalmente um copo. Ele não se partiu, mas a sua queda foi suficiente para estalar. Ainda pensei em recuperá-lo, mas acabei por decidir coloca-lo no lixo.
Deus, pelo contrário, salva vasos quebrados. De facto, são muitas vezes os Seus instrumentos mais úteis. O versículo de hoje soa como o Seu manual de restauro. Diz-nos que Deus coloca o Seu tesouro em vasos frágeis que tendem a quebrar-se. Deste modo todos ficam sabendo que Deus vive em nós.
Um pescoço partido ensinou-me isso. E também um coração partido. Às vezes, quer no meu sofrimento devido à paralisia, quer devido à dor emocional, tenho ido a Deus, suspirando e dizendo, “Desisto. Não consigo fazer nada direito. Não faço ideia de como posso saltar desta bagunça. Estou cansada.” O mundo diria, “Sim, você é inútil”. O Diabo diria, “Tu o disseste”. Mas Deus diz: “Tenho estado à espera que venhas a Mim no teu quebrantamento. Deixa-Me sarar-te. Tu precisas da Minha ajuda, pois sem Mim nada podes fazer”. Ele ainda afirma: “Vinde a mim, todos os que estais cansados e sobrecarregados, e Eu vos aliviarei.” (Mt 11.28)
Mais, o Salmo 51:17  diz-nos que Deus só usa uma vida que esteja quebrantada: “Os sacrifícios para Deus são o espírito quebrantado; a  um coração quebrantado e contrito não desprezarás, ó Deus”.
Não te envergonhes de estares estilhaçado. Não te culpes por estares cansado. Deus procura vasos quebrados como tu, através de quem Ele pode manifestar o Seu esplendor. Lembra-te que quando a graça de Deus entra até os vasos quebrados podem ser cheios a ponto de transbordar.
(Joni Eareckson Tada, em “DIAMANTES NA POEIRA”)

Nenhum comentário:

Postar um comentário