quinta-feira, 1 de março de 2012

A PORTA ESTÁ ABERTA


“E o que vem a mim de maneira nenhuma o lançarei fora.”
João 6:37

Se vossos pesamentos lembram o Salvador, se vosso coração O abraça, se vossa alma confia Nele, por mais fracos e imperfeitos que sejam, Ele não vos lançará fora. Esta é uma verdade gloriosa para mim; não é também para você? Contanto que cheguemos a Ele, nosso Salvador não nos lançará fora.
Vinde a Jesus! Vinde pela manhã quando o orvalho ainda está sobre os vossos membros, pois Ele não vos lançará fora. Vinde no calor do meio-dia, quando a seca dos cuidados vos assola, e Ele não vos lançará fora. Vinde quando as sombras já se alongaram, e a escuridão da noite chega até vós, pois Ele não vos lançará fora. A porta não está fechada; pois a porta da misericórdia não se fecha enquanto a porta da vida está aberta. Correi para Cristo e encontrai misericórdia Nele!
“E o que vem a mim, de modo nenhum o lançarei fora”. A negativa aqui é bastante forte. Diz “E o que vem a mim, de modo nenhum o lançarei fora” ou ‘eu nunca nunca o lançarei fora”. O que equivale a dizer - De maneira nenhuma, por nenhuma razão, por qualquer pretexto, por qualquer motivo, jamais durante a vida ou na eternidade eu lançarei fora a alma que vem a mim. Esta é a declaração – a declaração de uma certeza absoluta da qual não há como fugir.
Num rio de graça e de misericórdia. Jogai o balde e bebei até saciar a vossa sede; pois jamais conseguirás esvaziar o rio da graça.
(C. H. Spugeon, em “PREDESTINAÇÃO E O CONVITE DO EVANGELHO”)

Nenhum comentário:

Postar um comentário