domingo, 6 de maio de 2012

A maior fonte de poder é o nome de Jesus. Não é a nossa preocupação, nem a nossa ansiedade. Ele disse aos discípulos que eles ainda não haviam pedido nada no nome Dele, mas que deveriam começar a fazê-lo e, assim, receberiam de Deus o que pedissem. Quando caminhamos próximos a Deus e oramos no nome de Jesus, também vemos um grande poder liberado por meio de nós e maravilhosas respostas a nossas orações (Jo 16:24-26). Isso coloca todo o enfoque na Pessoa de Jesus e no que Ele realizou na cruz.
Depois que alcancei maior estabilidade em minha vida de oração passei a não ficar tão desapontada se minhas orações não fossem respondidas de imediato ou exatamente como eu tinha pedido. Confiava que Deus responderia no tempo e como Ele próprio havia escolhido. Concentrava-me na ação de orar em vez de me concentrar nas respostas. Era muito libertador para mim.
Depois de orar, liberte-se das preocupações. Isso não significa que não possa orar sobre a mesma coisa novamente, mas depois que terminar de orar, permita que o assunto seja entregue nas mãos de Deus para que você descanse e fique em paz. Não se preocupe se Deus o ouviu ou se você fez tudo direito. Acredite que o Senhor vai tomar conta disso. Aprenda a ser parceiro de Deus. “Porque,quanto ao SENHOR, seus olhos passam por toda a terra, para mostrar-se forte para com aqueles cujo coração é totalmente Dele.” (2 Cr 16:9).
(Stormie Omartian, em “O PODER DE ORAR JUNTOS”)

Nenhum comentário:

Postar um comentário