sábado, 16 de outubro de 2010

ANDE SOBRE AS ÁGUAS
O SENHOR pode nos direcionar para fazer alguma coisa, mas, se ela não fizer sentido somos tentados a desconsiderá-la. O que DEUS direciona uma pessoa a fazer nem sempre tem sentido lógico. Seu espírito pode confirmá-lo, e sua mente rejeitá-lo, especialmente se for algo extraordinário ou desagradável ou se demandar sacrifício e deconforto pessoal.
Nós temos uma habilidade de nos enganar por meio da racionalização quando não queremos realmente fazer o que DEUS está dizendo.
Não sei sobre você, mas, quero que DEUS me revele as coisas de tal maneira que saiba em meu espírito que o que foi revelado à minha mente está correto. Não quero racionalizar, imaginar e ser lógica revolvendo minha mente em torno de um assunto até ficar exausta e confusa. Quero experimentar a paz de mente e de coração que vem da confiança em DEUS, não no meu próprio discernimento humano. Se soubermos em nosso espírito que uma coisa está errada, não devemos permitir que nosso raciocínio nos convença a fazê-lo. Por outro lado, se soubermos que uma coisa é certa, não devemos permitir que o nosso raciocínio nos convença a não fazê-lo.
Eu e você devemos crescer até o ponto de ficarmos satisfeitos por conhecer o ÚNICO que sabe, ainda que não saibamos.
Quando DEUS nos pede para fazer alguma coisa, a fé para crer nisso ou fazer isso vem da Palavra de DEUS. Seria ridículo DEUS esperar que fizéssemos alguma coisa sem nos dar a habilidade de crer que podemos fazê-lo. O inimigo sabe o quão perigosos seremos com um coração cheio de fé, então ele nos ataca com dúvidas e descrença oriundas de um uso exacerbado da racionalização. Pense em Pedro andando sobre as águas, não há nada mais irracional, mas, aconteceu enquanto ele teve fé em JESUS.
(Joyce Meyer no livro: “CAMPO DE BATALHA DA MENTE”)

Nenhum comentário:

Postar um comentário