sexta-feira, 8 de outubro de 2010

ORAR É SUBVERTER

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Na Bíblia encontramos o exemplo de Ana, ela é uma mulher em luta através da oração.
Elcana, marido de Ana, tinha outra esposa, Penina, que era fértil, e Ana era estéril. A rival a irritava, a humilhava, ela vivia numa agonia terrível e enfrenta a situação de duas maneiras: 1Sm 1:9-13 diz que a primeira coisa que ela faz é orar e ela ora muito.
Ela é desleal para com sua oponente. Sabe por quê?
Porque orar é pura deslealdade, é uma covardia.
Quem ora está subvertendo as coisas. Quem ora está fazendo ruir as estruturas. Quem ora está usando as armas mais secretas e invencíveis à disposição do ser humano. Ela ora e quando ela ora a força fica do lado dela, a balança pende para o lado dela. Quando ela ora as coisas mudam, e diz a Bíblia que ela chora, que ela se curva, que ela geme, que ela derrama o coração perante o SENHOR, que ela faz votos ao SENHOR, que ela se compromete com DEUS, que ela diz é tudo ou nada. Oh DEUS intervenha!
E DEUS intervém, lhe dá um filho.
A segunda coisa que Ana faz antes de estar grávida no ventre, é ficar grávida na mente. A promessa de DEUS. ELE disse à ela – Seu filho que está prometido, virá. E pela oração, e pela nova atitude de fé e confiança frente a vida, é que ela vence a luta desigual.
(Caio Fábio, em “MULHERES SOLITÁRIAS ENFRENTANDO A REALIDADE”)

Nenhum comentário:

Postar um comentário