sábado, 23 de março de 2013

VERDEJANDO
“Por isso o Senhor esperará, para ter misericórdia de vós” Is 30:18
Onde há mais chuva, a grama é mais verde. Penso que são as neblinas e névoas da Irlanda que fazem dela a “Ilha de Esmeralda”; e toda vez que encontrarmos grandes neblinas de aflição e névoas de tristeza, acharemos corações verde-esmeralda — cheios da linda verdura da consolação e amor de Deus.
Minha oração é que você não seja encontrado a dizer: “Para onde se foram as andorinhas? Elas se foram de uma vez!…” Não, elas não se foram de uma vez; elas cruzaram o mar e foram para uma terra distante; mas logo voltarão. Filho de Deus, não diga que as flores morreram ou que o inverno as matou e se acabaram. Ah, não, embora o inverno as tenha coberto com o arminho de neve, elas ainda surgirão outra vez e estarão vivas, dentro em pouco.
Filho de Deus, não diga que o sol se apagou, porque as nuvens o esconderam. Não; ele está lá atrás, preparando o verão para você; pois quando surgir outra vez, ele terá preparado as nuvens para caírem em chuvas de primavera, que vão ser as mães de outras belas flores. E sobretudo isto, quando Deus esconde a Sua face, não diga que Ele Se esqueceu de você. Está apenas demorando um pouco, para que você aprenda a confiar Nele; e quando vier, você terá alegria no Senhor e se regozijará com gozo inefável.
A espera exercita as nossas graças; a espera prova a nossa fé; portanto, espere em esperança; pois embora a promessa demore, nunca chegará tarde demais.
(C. H. Spurgeon, em “DEUS NÃO MUDA”)

Nenhum comentário:

Postar um comentário