sábado, 5 de fevereiro de 2011

O MISTÉRIO DA PROVIDÊNCIA DIVINA
Observe o que diz J R Miller: “Acaso supomos que a vida de José estava nas mãos de Deus em algum sentido excepcional? Nós contamos com menos providência de Deus em nossa vida que o jovem hebreu?”. Se a Palavra de Deus é verdadeira, Ele nos trata da mesma forma, com o mesmo cuidado, com o mesmo zelo e atenção com que lidou com o dedicado José. Através dos séculos corre um propósito eterno. Se enfrentarmos as mágoas da vida, as injustiças e os erros, no mesmo espírito reverente, humilde e confiante em Deus, que José enfrentou, obteremos os mesmos resultados. Ou seja, seremos preparados para assumir grandes responsabilidades e importantes tarefas, assim que vivermos com a mesma fé demonstrada por José.
Durante suas árduas provações, José não via a providência. Não antes das nuvens escuras revelarem seus fios de prata ou dos rústicos grilhões de ferro se revelarem como ouro. Só depois disso é que veremos que os desapontamentos; as dificuldades; os infortúnios e as injustiças faziam parte da providência de Deus para conosco. Não antes do tempo certo. Mas o futuro está garantido desde que sigamos firme e fielmente sem qualquer intromissão.
Deus não precisa ser diligente, por isso realiza Seus propósitos pacientemente, e quem não espera, com a mesma paciência Seus planos se concretizarem, cometerá erros gravíssimos, perderá bênçãos inimagináveis. A luz que irradia da história de José deveria se propagar alcançando um grande número de vidas, em nossos dias, transmitindo ânimo e esperança para aqueles que esperam por uma solução em meio a circunstâncias desanimadoras. O coração de Deus está pulsando e a mão divina está operando em cada vida. Talvez a hora da plena revelação ainda não tenha chegado para o tempo de Deus. Talvez, nesse momento, um dos leitores desta mensagem ache impossível crer que exista alguma coisa significativa em sua condição atual. A quem pensa assim, declaro – não aceite tal idéia, ela é obra das trevas, não aceite esta infâmia lançada sobre o caráter divino. Deus o ama tão plenamente como Ele sempre amou a humanidade, Ele o ama pessoalmente e quer te abençoar especialmente. Ele tem um plano para a sua vida e quer ardentemente que você não o perca, deseja que você o viva, para isso é necessário que você tome a história de José (contida em Gênesis a partir do capítulo 37) como exemplo de determinação em confiar incondicionalmente Nele.
Quando consideramos a providência de Deus, segundo revelada na vida de José, vimos que nenhum elo da corrente poderia ter sido dispensado. Vimos que muito embora o sofrimento do hebreu em face do que vivenciara parecesse cruel, tudo isso fazia parte da providência divina, elos dos quais José não poderia permitir-se dispensar.
Daqui a pouco olharemos para tudo que estamos passando hoje e veremos, como vemos na história de José, a divina providência do Senhor em cada problema, obstáculo, dificuldade e sofrimento que estamos enfrentando. No final veremos que tudo contribuiu para nosso bem, que tudo teve um significado para construir a vitória que Deus tem preparada para nós que sabemos esperar e confiar Nele.
Da angústia da dor
Provém o melhor vinho da alma;
E os olhos que não verteram lágrimas
Pouco brilho podem irradiar.
(Paul Billheimer, em “O MISTÉRIO DA PROVIDÊNCIA DIVINA”)

Nenhum comentário:

Postar um comentário