quinta-feira, 27 de dezembro de 2012

116782014 
 TRAZENDO À EXISTÊNCIA
“Deus chama à existência as cousas que não existem” (Rm 4.17.)
Qual o significado disso? Abraão ousou crer em Deus. Parecia impossível, em sua idade, que ele se tornasse pai. Contudo, Deus o chamou de “pai de muitas nações”, antes que houvesse sequer sinal de um único filho. Então, Abraão chamou-se de “pai” porque Deus o chamara assim. Isto é fé. Fé é crer em Deus, e reafirmar o que Ele disse. A fé pisa num vazio aparente e encontra uma rocha embaixo. Somente podemos afirmar que é nossa, uma coisa que Deus já declarou ser nossa, e Ele tornará realidade tudo em que cremos. Falamos de fé real: tudo o que há em nós deve ser colocado nesta confiança em Deus.
Esteja disposto a viver crendo, e não pense, nem deseje, viver de outra forma. Abra mão de qualquer orientação externa que o direciona para a descrença e o viver cético. A lâmpada clara e brilhante que a fé acende nos conduz para os caminhos da vitória.
Chegou o momento de descermos do nosso poleiro de desconfiança, e sairmos do nosso ninho de segurança aparente e abrirmos as asas da fé; um momento como o das aves, quando têm que começar a voar. Pode parecer que vamos cair ao solo —a avezinha. Ela pode sentir que vai cair, mas não cai: suas pequeninas asas a sustem; e, se falham, o pai ou a mãe a amparam com seu corpo. Da mesma forma Deus nos susterá. Apenas confiemos Nele: seremos amparados e elevados nos ares. “Certo”, diz alguém; “mas então devo lançar-me ao vazio?” Ao que parece é isto que o pássaro tem a fazer. Mas nós sabemos que o ar está ali, e ele não é tão insubstancial como parece.
Nós sabemos que as promessas de Deus estão aí, e elas não são insubstanciais. “Mas parece tão improvável que a minha alma, tão fraca, possa vir a ser guarnecida de tal força.” Deus não disse que será? “Parece improvável que minha natureza, sujeita a tentação e queda, possa ser vitoriosa na luta.” Ele não disse que será? “Que o meu coração temeroso possa encontrar paz.” Deus não disse que encontrará? Pois se Ele disse, você não pode dizer que Ele é mentiroso! Será que Ele diria algo que não cumpriria? Se você receber uma promessa — uma promessa definida — aceite-a cegamente e confie nela inteiramente. E nós já recebemos uma promessa assim. E mais — temos Aquele que fala a palavra com segurança: “Em verdade vos digo.” Confie Nele.
(J. B. Figgis, em “CRISTO E A SALVAÇÃO”)

Nenhum comentário:

Postar um comentário