sexta-feira, 21 de janeiro de 2011

O dom de Deus

Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna (João 3:16).
O dom de DeusJoão 3:16, o versículo bíblico de hoje, tem sido denominado de “o evangelho em miniatura”. Toda a glória do amor de Deus é irradiada nesta pequena porção das Escrituras. Examinemos esse versículo mais de perto:
Qual a origem desse amor? O próprio Deus.
Qual a extensão desse amor? É tão grande que Deus deu o Seu próprio Filho.
A quem esse amor foi demonstrado? Ao mundo inteiro. Ninguém pode dizer que está excluído.
Como esse amor se manifestou visivelmente? Na Pessoa do Filho de Deus.
Quem pode desfrutar e se beneficiar dele? Todos os que crêem em Jesus Cristo.
O que significa “não pereça”? Que escaparão da condenação divina e da morte eterna.
E o que receberão? A vida eterna!
Como, então, é possível reclamar ou estar insatisfeito com as condições que Deus providenciou para nós?
Será que você está com medo do futuro, desencorajado, desanimado? Ou confiante no amor desse Deus fiel e onipotente?
A sua vida se tornou fria, você demonstra pouco interesse em seguir a Jesus Cristo, ou Seu amor ainda o toca e “constrange” (2 Coríntios 5:14)?
Ainda esconde de Deus certas áreas de sua vida, ou já rendeu a Ele tudo o que se relaciona com você?
Quem experimenta o grandíssimo poder do amor divino jamais consegue ser a mesma pessoa!

Nenhum comentário:

Postar um comentário