sábado, 1 de janeiro de 2011

POR QUE PERSEVERAR?
Por que perseverar? Por que continuar enfrentando as fortes correntes da tentação, medo, ira, perda, estresse, impossibilidades, e erros? Por que lutar contra a deserção? Por que vencer a inferioridade? Por que continuar esperando? Por que? Vou contar-lhe o porquê. Porque é na arena da realidade que o verdadeiro caráter é forjado, moldado, temperado e polido. Porque é nela que a vida de Jesus Cristo tem a máxima possibilidade de ser reproduzida em nós. Substituindo uma teologia interna frágil por um conjunto de convicções fortes, confiáveis, que nos capacitam a lidar com a vida em vez de fugir dela.
Em virtude de a vida ser uma tarefa, precisamos de forças para enfrentá-la, e não de velocidade para escapar dela.
Quando os alicerces sacodem, quando o chão desaba e golpes brutais tentam espremer-nos no canto da dúvida e da incredulidade, precisamos do que a perseverança e a paciência geram – disposição para enfrentar os problemas de frente, determinação para manter-se firme e sabedoria para ver a mão de Deus em TUDO.
Sem perseverança nos caminhos que Deus quer que trilhemos e sem paciência para esperar o tempo Dele, somos vencidos facilmente. Por outro lado, perseverando pacientemente na fé e na confiança do poder do Senhor, glorificamos o Pai e vemos nossas orações atendidas da melhor forma possível.
(Charles Swindoll, em “PERSEVERANÇA”)

Nenhum comentário:

Postar um comentário