domingo, 10 de abril de 2011

 UM BANHO DE ESPERANÇA
“O Senhor é o meu Pastor e nada me faltará.” Sl 23:1
Parece uma promessa impossível de ser cumprida, mas não é! Não é uma promessa feita por homens, é uma promessa de Deus, dessa forma, não há o que duvidar, questionar ou debater. Ele afirma que é nosso Pastor, o pastor cuida delicada e diligentemente das suas ovelhas, sabe que elas são, por natureza, desorientadas e frágeis, sabe que elas dependem de seu direcionamento, auxílio e cuidado. Ele é nosso Pastor divino, muito mais zeloso, cuidadoso, fiel e atento.
O salmo 23 declara que o nosso Pastor não nos deixa faltar o que, de fato, importa:
Não faltará ânimo para enfrentar os desafios;
Não faltará o consolo no momento da angústia;
Não faltará força para vencer as lutas;
Não faltará a Justiça no momento da perseguição;
Não faltará a presença de Deus durante a solidão;
Não faltará orientação na hora da dúvida.
O Salmo é objetivo, não deixa margem para outras interpretações, afirma com clareza – O PODER PERTENCE A DEUS. (Vs.11,12). Pertence ao ÚNICO DEUS. O Deus que visitou o planeta para resgatar a mais valiosa jóia da Criação – o ser humano. O Deus que faz, de cada um que O recebe, Seu templo sagrado. O Deus que não cabe em teorias, filosofias ou definições. O Deus que extrapola nossas teologias.
Este é o nosso Deus – Deus que nos convida a uma vida de santidade, mas também de revelação: “Buscar-me-eis e me achareis quando me buscardes de todo o vosso coração” (Jer 29:13) Deus que nos convida ao dialogo: “Clama a mim responder-te-ei, anunciar-te-ei, coisas grandes e firmes e que não sabes.” (Jer 33:3)
Deus que nos garante que tudo dará certo: “Em todas estas coisas somos mais do que vencedores, por aquele que nos amou”: Rm.8:37. Um Deus que torce por nós, que espera de nós uma entrega constante em Suas mãos, entrega perseverante, entrega que nos leva a um tesouro composto de paz, confiança, serenidade, integridade, equilíbrio e realização: “Quem vencer herdará todas as coisas, e Eu serei o seu Deus, e ele será meu filho” (Ap.21:7).
Todas as vezes que você fizer uma leitura do salmo 23, deixe Suas palavras banharem sua alma com o rio da esperança, lavando o temor do seu coração, arrancando a tristeza do seu íntimo.
Toda a glória seja dada a Deus.
(Neuma Fernandes)

Nenhum comentário:

Postar um comentário