quarta-feira, 15 de maio de 2013

 
MICROGERENCIAMENTO
Deus gerencia Sua criação por “microgerenciamento”, interessado e envolvido nos mínimos detalhes.
O sustento providencial de Deus de todas as coisas é pela Sua muito sábia providência. A palavra pela nessa frase indica os meios pelos quais Deus supre o que Ele sustenta. Aqui os meios estão firmados na Sua sabedoria e santidade. A obra de Deus de sustentar a Sua criação está fundada na Sua sabedoria. Como mortais, estamos propensos a errar ao nos prender a coisas por um tempo muito curto ou muito longo. Qual o especulador da bolsa de valores que nunca fez uma venda antecipada ou uma compra atrasada? Deus não comete erros em Suas ações. Ele supre todas as coisas que sustenta a um ponto exato de perfeição, pois o faz de acordo com Sua perfeita sabedoria.
A obra de sustentação de Deus também é um sustento santo. Neste aspecto, o termosanto refere-se tanto à Sua majestade transcendente como à Sua perfeita justiça. Não há falta de inteligência, sabedoria ou justiça na Sua obra de sustentação. O que Deus sustenta, Ele o faz com justiça. Ás vezes, cogitamos sobre o tempo de duração de dor e aflição e perguntamos: “Por quanto tempo, ó Deus?” Conjeturamos sobre o motivo pelo qual Deus não impede o mal. Contudo, a duração de todas as coisas está em Suas mãos, e esse tempo está sob o controle da providência de Deus segundo Sua sabedoria e Seu santo propósito.
Também observamos que Deus sustenta as coisas segundo Sua presciência que é infalível. Deus não usa de suposições em Seu prognóstico. Ele não consulta um placar para computar as possibilidades. Sua presciência é, ao mesmo tempo, infalível e absoluta. Não há coisa alguma no futuro que Ele já não saiba. Ele conhece o fim desde o começo. Se tivéssemos que perguntar a Dus sobre alguma possibilidade futura, Ele nunca nos daria a resposta: “Depende”.
Sua onisciência não muda. Sua onipotência nunca enfraquece. Sua sabedoria nunca vacila. Sua memória nunca falha. É por causa disso tudo que Ele pode “transformar o mal em bem”; é devido a todos Seus atributos que só Ele pode fazer com que “tudo colabore para o bem daqueles que O amam”. É por todas essas coisas que para Ele “nada é impossível”.
Vale ou não vale a pena confiar sua vida nas mãos desse DEUS?
(R. C. Sproul, em “A INVISÍVEL MÃO DE DEUS”)

Nenhum comentário:

Postar um comentário